terça-feira, 8 de junho de 2010

"Eu não posso fazer nada"

Se o que você estabelece como objetivo PARA VOCÊ depende da ação ou da vontade de outra pessoa, é razoável pensar "bom, o que eu posso fazer vai até aqui. Depois, depende dela(e)". O que eu não acho muito razoável é que, fazendo isso, você põe nas costas DOS OUTROS a responsabilidade por algo que é para SUA vida.

E nem sempre a outra pessoa quer a mesma coisa ou está no mesmo momento que você, portanto, neste caso, chegar ou não onde se quer fica algo muito volátil, fora das SUAS MÃOS. O que isso gera? Depedência, sensação de impotência, falta de ação e, claro, de resultado.

Entendo, por outro lado, que há questões que não dependem da nossa ação direta, então, o que fazer (além de empurrar a responsabilidade da mudança para os outros)? Uma sugestão é: se VOCÊ não pode mudar a situação, você pode mudar a maneira como pensa (reage, sente) diante dela. Mudar o seu jeito de enxergar/explicar a situação só depende de você
Related Posts with Thumbnails