segunda-feira, 12 de julho de 2010

Mudar é bom?

Gosto de usar coisas do cotidiano para aprender. Acho prático.
Por exemplo, mudei o lay out do blog. Simples. Nada que vá mudar o rumo da economia mundial.
Mas, deu um medo! Que, aliás, foi gerado pelos seguintes pensamentos: "E se não der certo? E se eu perceber que o anterior estava melhor e não tiver como voltar atrás?", entre outros "E se...?"
Aí, vem o clichê: mudar é bom. Quando? Porque o que eu senti durante a mudança foi medo (o que não é uma sensação boa). E o que eu faço com o medo??? É uma escolha: ou você prefere evitar possíveis consequências ruins e não muda (e continua com os mesmos resultados) ou você arrisca (encara os medos, faz o que é necessário para minimizar os riscos, age e pode ter outros resultados melhores). Passado um tempo, provavelmente, vou pensar que a mudança deu bons resultados. Então, resolvi mudar o clichê:
Mudar pode não ser bom no começo, mas depois é ótimo.
Ana Carolina Diethelm Kley
anacdkley@hotmail.com
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley
Related Posts with Thumbnails