terça-feira, 9 de agosto de 2011

Motivação: vale a pena esperar por ela?

Motivação = ter motivos para fazer alguma coisa, e alguns fortes e importantes o suficiente para tirar você da cama de manhã, ou fazê-lo deixar de lado aquela comida gostosa ou, ainda, dar continuidade a algo aparentemente chato.

Só que, às vezes, a vontade de fazer algo teima em não aparecer. Vale a pena esperar? Até quando?

Você já tentou o contrário: primeiro fazer e, depois, se sentir mais motivado?

Esse é um caminho que também ajuda.

Vamos aos exemplos: ao começar uma academia, pouca gente se sente realmente motivada a fazê-lo, mas,  com o tempo e vendo os benefícios que ela traz, a vontade de ir pode aumentar significativamente.

Outra coisa: ao fazer apenas o esboço de um trabalho que estamos enrolando pra começar, cria-se a motivação pra fazer o resto (afinal, fazer o esqueleto foi possível e nos ajudou a ver um caminho).  Ao começar a arrumar o armário, surge o motivo para continuar fazendo isso: achar roupas, tornar mais fácil o acesso ao que interessa, entre outros.

Ou seja, preocupar-se com a motivação (ou a falta dela) pode ser algo que não traga resultados. Por outro lado, começar a tarefa, sem tanta vontade assim, pode ter  efeitos muito bons como: diminuir sua ansiedade (porque, afinal, você está fazendo o que precisava) e aumentar sua produtividade (já ouviu falar daquela ideia "quanto mais se faz, mais se quer fazer? Então, o contrário também existe e pode acabar em desmotivação).

Ana Carolina Diethelm Kley
anacdkley@hotmail.com
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley


Related Posts with Thumbnails