sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Raiva contida faz mal à saúde?

Outro dia, estava lendo um texto sobre a ideia de que não expressar a raiva faz mal à saúde. E não foi a primeira vez que ouvi essa tese.

Resolvi escrever este post para esclarecer que isso é um mito, afinal, não existem pesquisas que mostrem essa relação explicitamente.

Muito pelo contrário. Algumas pesquisas sobre pessoas com personalidade do tipo A (muito hostis, impacientes e raivosas) mostram que elas tendem a ter mais problemas cardíacos exatamente pela maneira como vivenciam essa emoção, pois a raiva faz com que a pressão sanguínea aumente, sobrecarregando este órgão.

Sendo assim, mostrar livremente a raiva pode não ajudar tanto quanto se diz. Até porque a expressão aberta e descontrolada da raiva pode trazer prejuízos também às relações sociais.

Vale mais a pena, portanto, contar literalmente até dez, pois esse tempo vai ajudar a conter a impulsividade relacionada a esta emoção e, além disso, vai proporcionar um período para que você possa refletir sobre o que vale mais a pena em cada situação: expressar ou não sua raiva e, principalmente, de que maneira.

Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley
Related Posts with Thumbnails