quarta-feira, 12 de junho de 2013

O fracasso de hoje pode ser o sucesso de amanhã

Quando uma expectativa é frustrada (esperávamos que acontecesse algo diferente do que ocorreu), podemos nos sentir tristes e desanimados.

E isso só acontece se, baseado nessa situação, chegarmos a conclusões (ideias) negativas sobre nós e nosso futuro. Exemplos:
"Isso não dá certo e sempre será assim"
"Não faço nada direito" ou "sou um fracasso mesmo"
"As coisas não darão certo"
"Nunca serei feliz"
Entre outras ideias depreciativas.

Será este o propósito dos erros e frustrações: escancarar quão pequenos e derrotados somos?!! Esta é uma maneira muito comum de pensar, mas não é a única nem a mais certeira.

Na realidade, a frustração, longe de dizer algo sobre você (como pessoa), fala algo sobre suas expectativas, sobre seu grau de conhecimento, sobre suas habilidades. Todos quesitos passíveis de modificação e de evolução.

Sim, pode ser que eu tenha que aprender algo a respeito do meu trabalho (tem a ver com habilidade, conhecimento, algo mutável), mas isso não quer dizer que eu sou imprestável como terapeuta, incapaz de evoluir (o que teria a ver com características intrínsecas, mais difíceis de mudar).

O trabalho neste caso é, diante das frustrações, se perguntar: "O que eu posso aprender com isso?", ao invés de já sair se rotulando como o pior dos seres.

Aprender é uma construção, é a soma de várias experiências bem sucedidas e outras não tão boas assim. Não vem pronto. Não é um dom com o qual você nasce. Pode-se ter mais facilidade para algumas coisas e menos para outras, mas, se você não treinar, se não estudar, se não errar, se não construir conhecimento, não chegará o dia em que poderá ter mais acertos que erros.

Então, a frustração e o fracasso podem ser úteis, se você começar a enxergá-los como possibilidades reais (que fazem parte do jogo), e não como algo que saiu do planejado.

Se você ficar apenas se martirizando, perderá a lição e ainda ganhará desânimo e outras coisas, que só vão limitar seu caminho.

O fracasso de hoje, pode ser o sucesso de amanhã se você se predispor (é preciso ir contra o automático e parar pra fazer isso) a aprender com ele. Aí, quando você utilizar este conhecimento recém adquirido, poderá perceber que aquilo foi apenas um degrau pra você evoluir um pouco mais.
Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley





Related Posts with Thumbnails