quarta-feira, 25 de agosto de 2010

As piores maneiras de lidar com as preocupações - parte 2

Vamos à segunda armadilha:

Evitação
Acontece quando ficamos tão preocupados em encarar uma situação que acabamos fugindo dela. Deixamos de falar com as pessoas, de ir atrás de empregos, de pedir um aumento, de estudar; evitamos nos expor, impor limites, dirigir, ir para um emprego melhor, entrar ou sair de um relacionamento pelo medo, pela preocupação de não dar certo, do desafio ser maior que a nossa capacidade em lidar com ele.

Na hora, sentimos um alívio gostoso, uma sensação de que o pior já passou. O problema é que isso dura pouco, pois a preocupação volta depois com outro tema, ou insistindo que você deveria fazer tudo aquilo que deixou para trás (ou seja, a evitação só posterga a preocupação e, como você não encara a questão, não resolve ou até piora o problema).

Outra consequência indesejável da evitação é que você perde a chance de verificar se, de fato, você não daria conta do recado. Quantas vezes já aconteceu de você decidir encarar "o bicho" e depois chegar à conclusão que não era tão difícil quanto você pensava? Sendo realista, você só vai sair do "achismo" e  poder saber isso de verdade se olhar a situação que o preocupa de frente, por mais amendrontador que pareça.

Ana Carolina Diethelm Kley
anacdkley@hotmail.com
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley
Related Posts with Thumbnails