quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Tome cuidado com o "pé atrás" na hora de mudar

Caso você tenha seguido as orientações do post anterior, você pode perceber que o medo de concretizar a mudança diminuiu, mas provavelmente não acabou.

E aí mora o perigo: às vezes, esperamos não ter medo nenhum de mudar para, enfim, fazer alguma coisa. Se este é o seu caso, já sei o que vai acontecer com você (momento Mãe Dinah): provavelmente você não mudará nunca, tudo continuará na mesma.

O medo só tende a sumir depois da mudança, quando você percebe que conseguiu "sobreviver". Antes disso, sempre haverá um receio que, aliás, é normal e até esperado.

Então, é preciso lidar com seus receios para o que o medo se enfraqueça a ponto de deixá-lo agir. E só.  O objetivo do planejamento, do preparo anterior à mudança é diminuir os riscos da coisa não dar certo, e não eliminá-los, afinal, toda mudança oferece riscos, custos, mas também benefícios.


Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley
Related Posts with Thumbnails