terça-feira, 20 de setembro de 2011

Cada degrau é uma vitória

Imagine uma escada. Agora imagine que seu objetivo final (por exemplo, ser promovido) esteja no último degrau. Na base, está seu estado atual e cada degrau equivale a uma ação ou fase necessária para chegar onde você quer.

Se você olha da base direto para o último degrau, as coisas parecem distantes e podem surgir pensamentos muito desanimadores como "nunca vou conseguir" ou "isso vai demorar demais" ou, ainda, "não vai dar certo".  A distância entre o que você tem hoje e onde você quer chegar pode até ser grande, mas isso não quer dizer, necessariamente, que estes pensamentos sejam  verdadeiros.

Por outro lado, o desânimo que eles geram é bem real e, este sim, pode fazer seus planos nem sairem do papel uma vez que, sem motivação, pouco (ou nada) é feito. E sem ação, não há resultados.

Outra alternativa é colocar seu foco apenas no degrau seguinte. A meta continua no último degrau, linda como sempre. Mas ao dar atenção às metas intermediárias (todos os degraus anteriores ao último), uma coisa mágica acontece: a distância entre onde você está e onde quer chegar diminui!

Daí, aqueles pensamentos desanimadores perdem força, você ganha fôlego e tem a possibilidade de agir; com estes resultados obtidos, sua motivação cresce  e pensamentos mais estimulantes (como  "eu consigo", "as coisas podem mudar") surgem e ganham credibilidade, dando vazão a um ciclo muito produtivo.

Como você vai se sentir, portanto, depende da maneira como você vai enxergar sua escada. Está nas suas mãos, ou melhor, depende dos seus olhos.



Ana Carolina Diethelm Kley
anacdkley@hotmail.com
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley


Related Posts with Thumbnails