terça-feira, 13 de setembro de 2011

Depressão e tristeza são coisas diferentes

Tristeza é uma emoção que todo mundo sente um dia ou outro. E passa.

Há momentos em que a tristeza fica por mais tempo, o que ocorre quando perdemos alguém querido seja porque ele não está mais entre nós ou por causa do término de um relacionamento. Mas ela também passa.

A depressão, por outro lado, é uma tristeza que não passa, que dura semanas, meses e até anos a fio. É um período em que pensamos coisas negativas sobre nós mesmos, sobre os outros e sobre o nosso futuro. E essa maneira de ver é persistente: você até consegue se desviar dela um pouco, mas estes pensamentos negativos insistem em voltar e voltar.

Outros sinais de que não se trata apenas de tristeza são:  mudanças de humor (você pode ficar desesperançoso, impaciente, irritadiço), de comportamento (tendência a ficar mais isolado), de motivação (não querer fazer as coisas, não querer sair da cama, tudo parecer difícil e penoso, não querer participar de atividades que antes gostava) e até alterações biológicas no sono, apetite e desejo sexual.

Se você se identificou com o que escrevi, vale a pena consultar um especialista para que ele confirme este diagnóstico.

Depressão é algo que tinge a vida de cinza, que vai tirando a graça e a disposição do seu dia a dia, às vezes, de maneira tão sutil, que só se percebe tempos depois. E, apesar de ter efeitos tão ruins, tem tratamento e pode ser revertida.

Se você já cansou de ter como companheira uma nuvem de chuva sobre a cabeça (ou uma sombra que se arrasta sobre você e o paralisa), procure ajuda

Da mesma maneira como eu ouvi essa descrição de pessoas que sofriam com a depressão, também tive a imensa alegria de ouvir dessas mesmas pessoas, tempos depois, "se eu soubesse que era assim, tinha procurado tratamento antes".
Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley
Related Posts with Thumbnails