sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

A vida é feita de escolhas

Outro dia, essa frase bem conhecida me passou pelos olhos e me fez pensar: bem clichê e bem verdade, não?

Mas e como ficam as pessoas que tem dificuldade de escolher, de tomar decisões? Afinal, essa frase serve para todo mundo, inclusive pra elas.
 
Deixamos de tomar decisões por vários motivos: medo da responsabilidade de se decidir, não querer optar apenas por uma saída (e deixar de usufruir dos benefícios das outras possibilidades), por não conseguir decidir qual o melhor caminho, por medo de errar.

Seja lá pelo motivo que for, uma coisa é certa: ao não se posicionar, você já escolheu. Escolheu permanecer na inércia e isso tem um preço, como toda decisão.
 
Eu sei que, muitas vezes, temos a impressão de que estamos apenas postergando uma decisão ao não escolher, mas penso que, às vezes, essa impressão é falsa e o fato é que sofremos as consequências dessa "não escolha".
 
Se procurarmos a opção perfeita (leia-se aquela que não tem custos ou desvantagens, que deixará todos felizes, que não dará trabalho), nunca vamos nos posicionar e, deste jeito, escolhemos viver ao balanço da vida, da vontade dos outros, das circunstâncias. Fora outros custos como insatisfação, falta de resultados, tristeza, indiferença.
 
Existem técnicas para facilitar a análise das possibilidades. Então, antes de optar (ou de deixar a questão de lado), pare para pensar, pois isso pode te dar uma ideia mais clara do que perde e do que ganha escolhendo uma opção ou não escolhendo nenhuma.
 

Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley



Related Posts with Thumbnails