sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Desânimo: nem todo mundo que tem, sabe

Quando a gente fica desanimado, sente mais sono e menos disposição, mesmo dormindo bem. Ou ainda, não dá vontade de fazer muita coisa (mesmo o que antes parecia bem interessante) e as coisas passam a não ter tanta graça assim (o mundo parece ficar meio cinza).
 
Parece que isso tudo é só cansaço físico ou excesso de stress. Pode até ser, mas é bom ficar de olho!
 
Porque, em geral, o desânimo é um estado ligado à tristeza, à indiferença, à desesperança e costuma ser causado por pensamentos negativos relativos ao futuro.
 
Você acha que estou falando em outra língua?
 
Então, vamos a um exemplo:
imaginem um atleta que não conseguiu ir tão bem quanto gostaria numa prova e que, a partir dessa situação, pensa coisas como "eu não sou capaz de ir adiante", "nunca conseguirei avançar", "não consigo fazer nada certo". Essa pessoa acabará triste, desesperançada, desanimada e sua reação, provavelmente, será se esforçar cada vez menos, tendo resultados piores o que, por sua vez, acaba por corroborar os pensamentos negativos.
 
Perceberam onde mora o principal perigo? Nos pensamentos.
 
E como o desânimo e os pensamentos, às vezes, ficam bem disfarçados, só conseguimos perceber as diferenças um tempo depois. Então, vale a pena ficar de olho no que você pensa sobre o seu futuro, porque ele tem um impacto direto no seu presente.
 
Abaixo, indico alguns posts que podem ser de muita valia pra entender e lidar melhor com o desânimo:
- As piores prisões são as mentais
- A mente vencendo o humor
 
 
 

Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley

Related Posts with Thumbnails