terça-feira, 9 de março de 2010

Como lidar com a comparacite

Comparar-se com os outros é um ato muito comum, afinal, precisamos de referências. Fique atento, porém, quando sua comparação tem o efeito de fazer você se sentir péssimo e sem vontade de fazer mais nada. Neste caso, estamos falando de comparacite.

Uma boa forma de lidar com a mania de comparação é refletir. Responda a perguntas como: o que exatamente estou comparando? Estou sendo preciso? Ou seja, ao comparar, estou levando em consideração os aspectos negativos e positivos tanto do meu lado quanto do lado do outro (ou estou apenas vendo os lados positivos do outro e os meus negativos)? Estou subestimando as minhas conquistas e o meu caminho? Estou levando em consideração tudo o que o outro teve que passar para chegar onde está ou estou apenas me focando nos seus resultados que eu posso ver hoje (e achando que, já que não sou HOJE o que ele é, nunca serei)? Pensar desse jeito me ajuda a crescer na minha profissão (ou ser mais feliz, ou atingir minha meta)? Se não, de que maneira realista posso encarar a situação?

Responder estas perguntas pode levar alguns cinco minutos. Mas o importante é que isso traz, além de uma visão mais realista sobre o outro e sobre você mesmo, um aumento surpreendente de ânimo, motivação e auto-estima.
Related Posts with Thumbnails