quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Cuidado com as explicações que você usa

Elas podem ajudar ou atrapalhar muito.

Exemplo: quando você erra, existem, no mínimo, duas formas de explicar isso.

Reação 1: "fiz uma bobagem (grande). Poderia ter ficado sem essa. Que estúpido eu sou! Incompente, incapaz! Não sei fazer nada direito mesmo. Nada do que eu fizer vai me levar onde quero". (ou seja, esse erro é uma evidência da minha incompetência inata e, sendo assim, as coisas na minha vida não vão dar certo mesmo).

Reação 2: "errei, fiz uma bobagem mesmo. Preferia não ter feito isso. Mas eu já acertei em muitas coisas também; aliás, eu geralmente acerto mais do que erro. Como posso fazer diferente da próxima vez?" (ou seja, esse erro é responsabilidade minha e, aprendendo sobre ele, posso não o repetir no futuro. Eu sou uma pessoa capaz de aprender cada vez mais, embora não seja imune a erros. Bom, outras pessoas que eu acho realmente competentes também erram).

Qual é a sua?
Related Posts with Thumbnails