quarta-feira, 25 de maio de 2011

My way or no way

Umas das traduções (livres) dessa frase americana reproduz bem um jeito muito comum de pensar: "ou as coisas acontecem do jeito que eu gostaria ou as coisas não vão dar certo".

Essa última parte pode ser trocada por:
- ou as coisas não vão ficar tão bem feitas
- ou as coisas não serão tão rápidas e fáceis

De qualquer maneira, pensar desse jeito faz com que, diante de uma situação que realmente não sai conforme planejado, haja raiva e desânimo. Consequentemente, há falta de motivação para agir e para enxergar outras possibilidades. Resultado: as coisas realmente podem acabar degringolando.

E como evitar entrar nesse ciclo? Antes de comprar as ideias que trazem raiva e desânimo, tente responder a algumas perguntas como:

- há uma outra maneira de se chegar onde eu quero (por mais que esta não seja "a maneira perfeita")?
- por não ter sido como planejei, o que de pior pode acontecer? Se for assim, como posso lidar com isso?
- poderia ter sido ainda pior?
- numa próxima vez, como posso agir/pensar diferente para ter outros resultados?

Avaliar os fatos, antes de fechar a questão, é sempre uma boa ideia.

Ana Carolina Diethelm Kley
Para me adicionar no Facebook: Ana Kley
Para me adicionar no Twitter: @AnaDKley
Related Posts with Thumbnails